meios de produção

Tenho um modo simplificado de produzir as tiras diárias:

- papel A4 (cabe no scanner)
- rascunho em lápis vermelho, tinta preta por cima
- scanneio em .psd (um formato do photoshop)
- no computador, seleciono o vermelho (vem em CMYK), passo pra grayscale, ajusto Curves e mudo pra RGB.
- trabalho as cores
- salvo em .psd no meu arquivo, em .jpg pra mandar pro jornal

As tiras - da Folha e dos outros jornais - têm um tamanho mais ou menos padrão. No comprimento da folha A4, faz com que o original meça 28 X 8 cm. Esses 24 cm eu divido conforme a necessidade - 3 quadrinhos, 4, 5, duas linhas, um só espaço etc.

Faço muitas exceções a esse modo de trabalho: uso papéis maiores, desenho sem rascunho, com canetas variadas, pincel, bico de pena.

Gosto muito de uma caneta da Faber Castell alemã chamada PITT artist pen - tem um tipo Brush cuja ponta, de nylon, simula um pincel.
Ela gasta meio rápido, a ponta fica fofa, mas dá pra conseguir uma sobrevida dando um picote e criando uma chanfra nova na ponta.

No mais, sou bem tosco de técnicas. Já experimentei aquarela, acrílico, lápis de cor...mas sempre de maneira improvisada.

Meu sonho é desenhar sem fazer rascunho. Uma vez, em Piracicaba, conversando com o Crist (Cristóbal Reinoso) e com o Fortuna (Reginaldo Fortuna), disse isso e eles se espantaram: ué, mas não precisa de rascunho!
Fiquei humilhadinho, e fui tentar em casa, de novo.
Até hoje.

E ATENÇÃO! - meu amigo Benett - http://blogdobenett.blog.uol.com.br - me informa que usando a tal PITT artist pen da Faber Castell, quando a ponta gasta, você pode PUXÁ-LA pra fora e INVERTÊ-LA, de forma a ter uma ponta totalmente nova!
Obrigado, Benett! Quando eu conseguir mexer nessas ferramentas, vou botar o seu blog aí nos "blogs queridos".

(a atualizar)

16 comentários

viva o rascunho!

essa caneta pitt é realmente muito boa, as vezes ela some do mercado, as vezes volta, mas realmente é ótima, cara e acaba rápido.
achei estranho o lance do RGB, normalmente pra coisas impressas se usa CMYK e pra web/video RGB, você prefere RGB por algum motivo específico?

Viva!!!

Puxa vida... pensei que só eu (justamente por meu extremo amadorismo) fosse pobre de técnica. Mas com o grande Laerte falando essas coisas, fico muito mais aliviado.

Você é genial de qualquer forma cara.
Prova disso tá nessa sua descrição de sua técnica: poucos requintes, muita sofisticação.

Uma pergunta que também deve ser muito perguntada, mas que eu gostaria de perguntar: você se preocupa com a publicação indiscriminada do seu trabalho na internet? Você lida com direitos autorais, copyrights, copylefts, creative commons, et cetera e tal?

Por exemplo, eu costumo ilustrar alguns textos meus com as suas tiras. Até que ponto você tolera isso?

Abraços!

E antes da informática, como você trabalhava?
Nanquim?

O deus Laerte também é humano. ^.^
Adorei este post. No more frustration.

adorei saber dissos
=]

E eu que nem rascunhar sei?
Mais humilhante que isso, não dá Laerte. =S

Laerte, parabéns pela nobre iniciativa de compartilhar os detalhes do seu ofício. Esta iniciativa é louvável em qualquer profissão!

laertón, ídolo de milhões, certa feita um professor de desenho disse que no primeiro semestre da faculdade jogou pela janela a borracha que usava.

quisera eu ter cojones para tanto e tentar desenhar sem rascunho.

e sim, o traço desse professor é bão.

Laerte!
Vc é simplesmente um complexo gênio!
Um ser especial!

Abração!

Grande Laerte,
É assim um imenso prazer , muito mesmo que escrevo à você porque sou fãn desde os tempos da Circo, até antes se for o caso e acho você o melhor. Pareço aquele jovenzinho quando consegue ver um idolo de futebol, acredite.
Já passei por muitas, até desenhei quadrinhos nessa época mesmo, para outras tantas editoras que existia, mas meu caminho seguiu pra outro rumo, embora nunca deixei de rabiscar.
O motivo também, do meu contato, é sobre seu sistema de trabalho, aplusível claro, pq acredito que o traço, esteja mais na cabeça doque na forma de desenhar..vc me entende, e adoro seu traço.
Você comentou sobre sem esboço..pode até ser...
Estou ilustrando um blog que criei, sem pretenção, apenas para entreter e até uma forma de descançar rabiscando, usando..depois de tempos, me adaptando, um tablet, sobre o programa Illustrator.
é fantastico. Possuo um tablet simples, da marca Trust.
Não estou de forma alguma, longe disso, ensinar, seria pretenção demais, mas talvez você como o gran mestre que é, consiga muito com isso. Até simplificaria algumas etapas, usando derrepente até o mesmo esquema de rosto , enfim, lembra a tecnica xerox ampliada?..pués.
Não sou um bom usador da tablet, nem do illustrator em desenho, mas consigo bons resultados.
Sei que cada um tem um jeito, mas tenho certeza que iria curtir, bem legal.
Tem meu e mail tbm no perfil do blog.
Abraços estimados Laerte

Tosco,você?Só de brincadeira ou humildade sua,cara!Parabéns pelo post pois foi bastante esclarecedor.Grato pelo compartilhamento das suas técnicas!
Abs,
Zerramos

Ô Laerte acho que cê esqueceu de falar do papel:Canson mitentes?
Abs,
zerramos

Laerte,

Uma curiosidade, sempre tenho receio de publicar minhas tiras na internet por causa de plágio e tudo mais. Gostaria de saber se você registra as tiras, se já foi plagiado ou acusado de plágio sem ter plagiado de fato.

Se puder me responder esta humilde pergunta, ficaria muitíssimo agradecido.

Obrigado

Marcos não Nobre

Comente


Type the characters you see in the picture above.