vitral

| 11 comentários

Paranagua.jpg
Fiz este vitral em 1969, com tinta acrílica, na janela da minha então namorada e mais tarde amiga querida Lúcia Villar (http://www.luciaguanaes.com/index.php).

Ela guardou algumas fotos da época e as montou, reconstituindo o que pode.
A casa já foi demolida e essa obra de adolescência tardia, Bosch tardio, tarde tardia, virou entulho.

11 comentários

Brincou, Laerte... que barato!

Doido demais! Olha só o Minotauro tocando violão na margem do rio. Não anima recolorir o vitral não?

Que maravilhoso registro histórico! Podemos notar traços que são parecidos com sua atual fase, inclusive vemos o que poderia ser a imagem do minotauro tocando violão. Parabéns a Lúcia Villar pelo registro. Acho que ao nascer, deveríamos ganhar uma câmera para registrar tudo o que vemos e fazemos ao longo da vida. Pois quando olhamos para trás sentimos saudades de como eram as coisas e elas estão apenas em nossa lembrança.

essa é da época em que era um fauno tocando flauta pela faculdade?

Laerte, sempre fazendo arte. Beijo!

O Rei Minos é uma velha fixação, fato.

Massa.

Agota vira maçon e pinta o Jacaré pelas catedrais!

laerte, que mais revelador esse vitral! vitral viral! desde sempre, amém!

Demais, me lembrou bastante o Bosch mesmo, e olha o minotauro ali!

"A casa já foi demolida e essa obra de adolescência tardia, Bosch tardio, tarde tardia, virou entulho."

Puta frase, Laerte. Puta frase. Microconto certeiro.

Abração!

tem alguém aqui que ficou com uma invejinha do seu vitral!! hahahah.. Ele sempre quis fazer um... beijos mil!

Comente


Type the characters you see in the picture above.