Glauco e Raoni

| 127 comentários

capaglauco.jpg
A todos vocês que postaram comentários se solidarizando e me confortando pela morte do Glauco e seu filho Raoni, muito obrigado.
Eles são amigos queridos, mesmo, e acredito que de todos vocês também - de modo que eu também mando meus sentimentos e carinho pela perda deles dois.
Este desenho foi feito por mim e pelo Angeli, para o caderno especial da Folha de São Paulo de homenagem ao Glauco.

127 comentários

Não tem jeito, Laerte... A perda foi muito grande pra que a gente ficasse indiferente. Pra que qualquer um ficasse indiferente. Morte sempre é algo difícil de se encarar, ainda mais do jeito besta que foi.

Mas vamos levar as coisas boas que o Glauco deixou... E tentar continuar sorrindo, que sempre foi um dos grandes objetivos dele. A saudade, porém, vai ficar, com certeza. Pra sempre.

Abraço forte.

Morreu um herói da minha juventude...

Grande Laerton, este caderno especial saiu na sexta, ou sai no sábado?

Laerte, você, o Angeli e o Glauco foram alguns dos caras que me fizeram querer desenhar. Não há muito o que dizer em uma hora como esta. Quero apenas deixar meu abraço para você, para os amigos e para os familiares do Glauco.

e justo ontem eu me peguei sorrindo lendo uma tira dele na folha, hoje recebo estra triste noticia

triste, muito triste

Caro Laerte,
meus sentimentos, e que Deus console a família e amigos do Glauco e do Raoni.
Abraço Laerte!

Fiquei sabendo na manhã desta sexta-feira atraves de um colega de trabalho. Fiquei de cara... inacreditavel... morreu o Glauquito, uno de los amigos... Fico triste pela forma absurda da morte, por ter destroçado uma família (como tantas famílias que são despedaçadas por tragédias como esta, mas que passam quase anônimas, mas não menos merecedoras de apoio); triste porque cresci lendo as revistas do Geraldão, como também Chiclete com Banana (Angeli), a Piratas do Tietê (Laerte); ria muito com Los Três Amigos. Sempre imaginei como deveria ser divertido fazer Los Três Amigos e como isso só foi possível graças a uma grande amizade entre vocês. Algo forte, diria, sem medo de errar, fraternal mesmo. Eu, que nunca o encontrei em pessoa, sinto um nó na garganta e choro, imagino vocês, que conviveram com ele por anos.

Deixo aqui registrada minha tristeza e indignação com acontecimento tão estúpido, bem como minha solidariedade contigo, com Angeli, com Adão, com amigos e fãs como eu, que sentiremos falta de suas tiras e charges nos jornais e bancas do país. Adeus Glauco.

muito foda. senti um vazio mto grande hoje
vocês tres são meus heróis desde pirralho
não dá pra acreditar mesmo
mas vamo seguir...

Laerte... Fiz uma singela homenagem na minha coluna de quadrinhos em quadrinhos! É o meu minuto de silêncio ao grande Glauco! Força sempre!

glauco, você e angeli são parte da minha formação pessoal. e hoje eu descobri, através do amigo tony de marco que ele, glauco, foi indiretamente responsável por várias coisas na minha vida. inclusive grandes amizades. é bom ter essas coisas felizes pra gente carregar e lembrar sempre. como cada piada dele. abraço pra ele, pra família e pra você, laerte.

Pô Laerte, além de ficar chateado pela morte do Glauco e perda de um ícone das tirinhas nacionais, fiquei muito chateado pela perda do amigo de vocês. Meus sentimentos a você, amigos e família do Glauco.

E logo depois de ter visto uma bela homenagem dele pra ti, a "laertando/deslaertando"...

abração!

cresci lendo os quadrinhos do mestre Glauco, além de seus dois amigos laertón e angél villa (fora outros feras como adão, fábio zimbres e cia).
a morte desse cronista do Brasileiro comum, um gênio dotado de enorme senso crítico e um humor mordaz e incisivo realmente me afetou.
Hoje é um dia triste. Glauquito merece um minuto de silêncio antes de todos os jogos de futebol no Brasil, um quadro inteiro do horário nobre da Globo, uma estátua de bronze na plaza de armas de Marisales...

Laerte, sua dor é minha dor. Perdi um dos meus maiores ídolos e inspiradores e ainda saber que o filho dele faleceu com ele me machucou profundamente.

Quisera eu poder dar um abraço em todos vocês, mestres e artistas, mas não passo de um fã, mas um fã sincero que sempre nutriu enorme carinho pelo trabalho e dedicação dessa geração.

Abraços e meus profundos pêsames.
Hoje é um dia triste.

Meus pêsames Laerte é como se um beatle morresse.

joao

Se Maurício de Souza foi minha infância, Glauco, Angeli e Laerte foram minha adolescência... É um caso que não se dá os pêsames somente à família, mas a todos os brasileiros que tiveram contato com sua obra.

Essa desenho da árvore é poético e verdadeiro de várias maneiras diferentes. Bela homenagem...

é como se um beatle morresse. [+1]

Faço coro. O dia ficou esquisito depois da notícia. Muitas orações aqui.

O Glauco, você e o Angeli definiram muita coisa na minha juventude: tipo de humor, criticidade, mesmo um olhar poético. Isso se chama educação, de verdade.

Viva os mestres.

Morre um icone do cartum brasileiro, agora só nos resta que esse bandido maldito seja preso e tenha a pena que mereçe. Pena mesmo que no Brazil a justiça seja uma me&*(^%$da é possível que esse assassino ainda seje solto ou fique apena pouco tempo na prisão!
AVE GLAUCO!

Conheci o Glauco por meio do Geraldão, apelido reproduzido em meu irmão, que é quase o próprio. Pitada de humor em uma realidade delicada.
Estou muito sentida.

Sem dúvida alguma esta foi a homenagem mais bonita que já vi...
Mesmo que não os conheço pessoalmente (Laerte e Angeli). Me solidarizo a vcs. Eu e milhões de leitores...
"Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito" Milton Nascimento e Fernando Brant

Sem palavras para tamanha insanidade e bestialidade que tomam conta de nossa sociedade. Antropólogos e Cientistas Sociais já discorreram tanto sobre o que nos diferencia dos animais: não agimos somente pelo instinto, temos capacidade de raciocínio, de modificar a natureza a nosso favor, temos espírito de solidariedade e procuramos proteger nossos semelhantes mais fracos... mas ao mesmo tempo, matamos uns aos outros, sem pestanejar, friamente; não porque disputamos a única caça do dia e que poderá alimentar apenas um de nós em um ambiente hostil e escasso de recursos; o ser humano (ao menos atualmente, nos centros urbanos) não precisa disso. A todos os outros traços distintivos de humanidade, dos quais nos orgulhamos enquanto espécie, soma-se este último também que deixa a mim e a muitos outros seres humanos profundamente envergonhados: matamos uns aos outros, sem pestanejar, friamente...
Meus mais sinceros sentimentos a você, Laerte, e a todos os parentes, amigos e conhecidos de Glauco e seu filho.

Assim como todos fiquei chocado, até chorei, vocês três fazem parte da minha formação. Ontem voltei a espirrar lendo as revistas da Circo. Escrevi também sobre meu sentimento no meu blog: www.bemvindoboaviagem.blogspot.com

Perdemos um professor, mesmo sem voces saberem da minha existencia, hoje sustento minha familia graças ao que voces 3 (Glauco, Laerte, Angeli) me ensinaram com seus trabalhos. Obriagado aos 3. Saibam que são imortais, pois estarão sempre vivos no traço de milhares de cartunistas espalhados pelo Brasil que tem voces como espelho. Descanse em Paz, Glauco, onde quer que esteja....ou melhor, não descanse muito não, volta e meia vá pra prancheta. Com certeza, o céu vai dar boas risadas.

Meus sentimentos, Laerte. Obrigado por compartilhar uma bela homenagem. Abraços.

Sublime! snif...

"é como se um beatle morresse"

infelizmente é bem mais que isso ...

uma perda muito grande, vitima desse mundo louco que vivemos.
bonita homenagem, muito legal da parte de vocês, sempre é bom lembrar quem se foi e é importante.
parabens

Laerte, sou grande fã seu, do Angeli e do Glauco. Vocês formaram meu caráter.
abraço sincero, bola pra frente.

Já faz um bom tempo que acompanho o trabalho de Los 3 amigos, e quando falo isso não digo só os personagens, e sim os 3 cartunistas brasileiros que foram fundamentais na minha vida como amante das tirinhas e desenhinsta. Realmente para os fãs a perda do Glauco é como se um grande grupo musical tivesse perdido um de suas peças chave. A banda vai continuar tocando, mas no palco vai ficar a saudade daquela harmonia da formação clássica. Já para os familiares e amigos que perderem muito mais, eu desejo força nos dias que seguirão.

O mundo fica tão mais triste quando se perde um grande artista, cartunista e humorista.
Que ele continue espocando a cilibina lá em cima, meus pêsames Laerte.

forte abraço.

O trabalho de vs todos sintetiza o nosso, reflete a história do País. A gente acompanha, ri, chora, se revolta com o poder de síntese de vcs. Seguir o trabalho de vs faz parte das nossas vidas desde que nos entendemos por gente = diga-se antes de ler ainda, porque, muitas vezes, nem é preciso, a imagem fala por si. Perder uma alma cartunista-humorista-porta-voz de nossas ansiedades, vontades, medos, iras e chacotas é perder um pouco da nossa representatividade social. Um amigo que falava por nós - que tinha "este direito".

Qdo o Bortolotto foi defender a amiga no bar aqui no Centro de SP, e levou o tiro, eu twittei o evento que o @angeli e outros colegas criaram; quando recebi um e-mail com uma tirinha do Orlandelli, sobre a nova revisão ortográfica, postei em cima da tirinha dele, que bebeu na fonte do Henfil. São traços que a gente grava e jamais se esquece. Glauco e suas personagens ficarão na lembrança e no coração e vamos seguir em frente com as tirinhas de vocês - a quem caberá o desafio de nos fazer rir, chorar, lutar e manter o mesmo ideal de cada um. Parabéns pela homenagem! Eles devem estar orgulhosos dos amigos que, agora, lá de cima, vêem!

Realmente fica um vazio meio estranho...

E a homenagem foi a melhor, e essa arvore semeou a muitas outras, e ainda há de render muitos frutos tambem.

Mestre, certamente.

de brasília, forte abraço para todos que sentem tanto a perda de um grande cara, e, que fez parte da nossa juventude.
laerton, te admiro pacas.

Glauco fez parte de minha adolescência através de sua arte. Meu filho, que hoje tem 22 anos, adorava ler na Folhinha as tiras do Geraldinho. Ninguém deveria morrer assim... é estranho sentir tanto a morte de alguém que eu não conhecia pessoalmente, mas estou triste e abalada. Gostaria de ter o poder de amenizar a dor dos familiares do Glauco com meia dúzia de palavras, mas só quem já perdeu alguém que ama sabe que isso é impossível. Apesar de eu não ter religião, fica lá dentro uma vontade imensa de que Glauco e seu filho estejam agora em um lugar muito melhor e com muitas folhas em branco para ele continuar levando, aonde quer que esteja, sua alegria, inteligência e sensibilidade.
Aos familiares, amigos do Glauco e do filho, um abraço bem apertado e repleto de carinho. Através de sua arte, continuará vivo em nossos corações. Um abraço pra vc. tb. Laerte, que deve estar muito triste.
Bjs.

Desculpe se por acaso enviei essa msg 2 X, na primeira tentativa não recebi a info de que a mensagem havia sido enviada.

Vocês são lindos. Sempre serão.
Meus sinceros sentimentos.

los tres amigos 4ever.

Snif, snif.... ai que dor no peito!!! :(

Uma das mais belas chargeshomenagem. Só amigos verdeiros poderiam fazer algo tão expressivo em homengam ao Glauco

Ontem foi um dia duro para mim, que nem o conhecia pessoalmente, mas é como se tivesse conhecido, então imagino como foi para quem o conhecia de verdade e a seu filho.
Até meu pai, que não gosta de quadrinhos, adora a história do Grande Manu do Los Três Amigos, a qual ele achou por acaso no meu quarto, e se lembrou de quem era o Glauco. Digo isso só para se ter uma idéia do brilho do trabalho de vocês.

Coisa mais boba. A desculpa para matar foi oior ainda. O mito de Cristo rem servido a muitos propostos hediondos no Mundo. Laerte e todos amigos e Familiares de Glauco, minhas condolências.

Laerte,

Sou sua fã há muitos anos. Já cansei de dar de presente, para várias pessoas, a sua trilogia sobre "Deus". Pense nela, agora. Tenho certeza de que São Pedro tá lá na porta, esperando pelo Glauco e pelo Raoni, e que Deus, os anjinhos que não gostam de baratas e de piolhos, e aqueles outros que querem dar uma passeada pelos lados profundos, até mesmo Buda, e, quem sabe, o "Vermelhinho", todos estarão lá, reunidos em uma grande festa ecumênica, recebendo a dupla.

Eles dois ficarão por lá, fazendo graça no céu, inventando piadas pra distrair o Buda, outras para deixar o Senhor bem sem graça, outras pra animar o anjo Gabriel, outras, práqueles que vivem pedido milagres; com certeza, levarão muita alegria praquelas bandas de lá.

Pense nisso, e sinta-se feliz. Você é um cara tão do bem, tão legal! E veja só, como o Senhor faz tudo na base do barro, daqui há pouco ele cria um jornalzinho lá no céu, só pra colocar as tirinhas de todos vocês.

Um grande beijos de sua admiradora,

Virginia de Souza Barreira.

Eu queria poder falar alguma coisa sobre isso...mas tô tão abatida que não dá...

Laerte,

Sou sua fã há muitos anos. Já cansei de dar de presente, para várias pessoas, a sua trilogia sobre "Deus". Pense nela, agora. Tenho certeza de que São Pedro tá lá na porta, esperando pelo Glauco e pelo Raoni, e que Deus, os anjinhos que não gostam de baratas e de piolhos, e aqueles outros que querem dar uma passeada pelos lados profundos, até mesmo Buda, e, quem sabe, o "Vermelhinho", todos estarão lá, reunidos em uma grande festa ecumênica, recebendo a dupla.

Eles dois ficarão por lá, fazendo graça no céu, inventando piadas pra distrair o Buda, outras para deixar o Senhor bem sem graça, outras pra animar o anjo Gabriel, outras, práqueles que vivem pedido milagres; com certeza, levarão muita alegria praquelas bandas de lá.

Pense nisso, e sinta-se feliz. Você é um cara tão do bem, tão legal! E veja só, como o Senhor faz tudo na base do barro, daqui há pouco ele cria um jornalzinho lá no céu, só pra colocar as tirinhas de todos vocês.

Um grande beijos de sua admiradora,

Virginia de Souza Barreira.

Olha só, fiquei grande lendo los três amigos, tá complicado agora, paz e amor pra você e pra família do Glauco.

que os mestres ascencionados venham recebe lo e nos confortem desta perda !um ar de Rosa !

Se o Raoni tinha alguma dúvida a respeito do caminho a se tomar, o Glauco não perdeu tempo e deu-lhe a mão.
Estou certo da tranquilidade dele no momento da escolha importante.
Fiquem bem.

Mais dois valorosos cidadãos brasileiros se vão...Glauco e Raoni.

Caro Laerte, ainda é dificil acreditar que o Glauco morreu e o mais duro foi ele ter ido junto com seu filho.
Nasci em 1981 e cresci lendo suas histórias, do Angeli e também do Glauco, tenho inclusive guardado com todo o carinho cada exemplar daquela época, pois quem as adquiria era meu irmão mais velho e foram as melhores coisas que ele me deu quando pequeno.
Agradeço hoje e sempre pelas histórias tão brilhantes e hilárias.
Fica minha solidariedade a família do Glauco e o apoio a vocês neste momento difícil.
Abraços
Sr. Yukio

Três amigos menos um = uma multidão de órfãos. Abs.

Aguardei com maior ansiedade sua homenagem, Laerte. Há inúmeras, todas muito belas. E dias desses lembrei daquela HQ que você desenhou com o Glauco lamentando a morte do Henfil.

Ê vidinha de merda.

O legado permanece para a eternidade. Morreu o gênio, mas ficam as obras de arte.

O legado permanece para a eternidade. Morreu o gênio, mas ficam as obras de arte.

Laerte, cresci lendo vcs. Estou muito triste. A vida realmente leva e trás. Vcs, que nos levam humor, nos ensinam que a vida nao deve ser levada a serio, mas nessas horas o humor emudece, como os seus palhaços. O absurdo emerge. Esse sábado tem que passar batido, e o domingo, mais rápido ainda, pois o domingo é mais bad ainda. Um pedaço da minha infância, quando a gente comprava escondido os gibis de vcs, vai embora, junto com a inocência que um ato de violência tira da gente. Muita paz pra vcs pra suportar essa dor, e sei que vai passar, dada a leveza do trabalho e da natureza de vcs. E desculpe o desabafo.

Desde que me entendo por gente, desenho.
Sou cartunista amador e esse cara é uma das minhas fontes de conhecimento e influências.
Já desenhei muito tentando imitar os traços dele.

Uma grande perda. Sua obra é pra sempre!!!


A vida é assim... enquanto tudo está bem, surge um demônio qualquer, cuja alma é escura como o fundo de um poço e acaba com tudo.

Laerte,

fiquei tão preocupada com você e tão sem entender por que viver tem que ser tão duro e por que a tristeza cai sobre as pessoas tão arbitrariamente.
Queria estar do seu lado agora.

Laerte,

fiquei preocupada com você e perdida porque a tristeza cai assim tão arbirariamente sobre as pessoas.
queria estar do seu lado agora.

Glauco, Laerte e Angeli, amo vcs por marcarem muito minha juventude. Gostaria de poder dar-lhe um abraço desconhecido, mas com grande afeto. Que Deus guie nosso Glauco e conforte vcs.

Fueda, Laerton.
Fueda.
:(

Triste, muito triste. O Glauco também fazia parte da minha história.

Era fã do Glauco... E para sempre Los Tres Amigos fazem parte da Historia do Brasil!!! E que os parceiros continuem a corrente!!! Não pode parar não!!!

Los 3 amigos 4ever!
Sinto muito pela passagem do Glauco dessa pra uma melhor!Pode ter certeza que aqui sentimos muito, afinal é uma fatalidade!Mas quem o recebeu agora,o lugar onde ele esta pode acreditar hoje se faz mais feliz!
Conforto para o coração de voces, Laerte e Angeli!

Triste de mais Mestre Angeli. Triste mesmo. Vocês três são muito caros para toda uma geração. Los 3 Amigos sempre estarão juntos conosco. Aqui ou em Marisales, por toda a vida de quem um dia leu vocês. Abraços.

força, Laerte!
os desenhos do Glauco figuram entre as mais antigas lembranças, de quando eu os adorava tanto quanto meu velocípede do batman e gelatina com leite condensado.
não consigo imaginar a sua dor e a dos que tiveram chance de conviver com o ser humano, que teve sua vida e a de seu filho encerradas por um ser humano que infelizmente, por estar fora de si, foi capaz de revelar o que há de pior na humanidade
sinto muito

Uma tristeza. Não importa o quanto falem: é impossível confortar tão cedo uma perda tão grande como a do mestre Glauco. Pórem, tendo a certeza de que ele está exatamente como representado na tirinha do Cláudio, na página 5 do especial da Folha: gritando para a Terra (nós) "Bundões!", é possível deixar escapar uma risada -e esta é, talvez, a mais irônica das piadas. Meus sentimentos à todos que se sensibilizaram com a morte de um dos maiores cartunistas que o Brasil já teve.

O buraco que ficou é enorme. Glauco, você e o Angeli formaram uma geração. Quem viveu os anos 80 e se interessava por quadrinhos, conheceu, amou, aprendeu com, odiou, negou eles, de qualquer forma tiveram vocês na formação.
O Brasil perdeu um grande artista, e muita gente (eu) perdeu uma grande referência na vida. Vai ser estranho não ter mais Dona Marta ou Geraldão ou Geraldinho ou outros dos seus personagens na seção de quadrinhos da Ilustrada... :/

mais um pedaço da minha juventude que se foi... :(

É difícil acreditar. Covardia. Insensatez. Pai e filho; isso não pode acontecer. Palavras serão sempre insuficientes. Muita força para toda família, amigos e fãs.

duas estrelas de luz se apagaram no firmamento. vai nos deixar uma imensa saudade a perda de amigos que mesmo sem conhecer pessoalmente faziam parte da minha vida. estou triste. muito triste...

porra, çlaerte. essa foi foda.

glauco pra mim era o mais divertido de vcs três.

religião é uma merda.

porra, laerte, sua charge (foi uma charge, sim) foi foda. inimitável como homenagem.

glauco era, pra mim, o mais divertido, o mais moleque de vcs três.

eu odeio religião cada vez mais =(

arvorismo. o glauco fazia artvorismo, na selva da cidade. agora está claro. ele não foi embora. plantou uma semente.

arvorismo. o glauco fazia arvorismo, na selva da cidade. agora está claro. ele plantou uma semente.

Laerte...
As tiras, desenhos e tudo mais que o Glauco fez durante muito tempo animou meus dias - como as suas, do Angeli... gosto muito de charges inteligentes. Estou absolutamente perdido desde que soube do ocorrido. Espero que possamos todos, como sociedade, olhar para frente e procurar arrancar a raiz do que causou essa dor terrivel a vc, a família deles e a todos que, de um jeito ou outro acompanhavamos o trabalho do Glauco.
Meus sentimentos (desde Porto Nacional/TO)
Abraços fraternos

Buenas, Laerton.

Perda deveras irreparável. Como cartunista e como pessoa.
E você, Laerton, do alto de sua caneta, juntamente com o Angeli, soube homenagear de maneira formidável o amigo Glauco. Sutil como sempre, mas impactante o suficiente pra me comover.

Força, Laerton, e não deixe a chama se apagar. Los Tres Amigos para sempre.

Grande abraço!

Glauco e vcs dois faziam a gente pensar sorrindo. Fiquei sabedo da morte do Glauco, que nasceu aqui no Paraná, terra de bons cartunistas, que seguem o que o Glauco fazia . Agora ficar triste é até uma afronta. Vida longa ao Glauco, com tudo que ele deixou de ensinamentos de desenho, arte e sentimentos. Obrigado aos três amigos!

Só tristeza...e nada mais...de uma fã dele que sentirá falta, muita falta...

Não conhecia nenhum deles dois.
Só o trabalho monumental do Glauco, que sempre me alegrou.
Estava almoçando, me preparando pra tirar uns sisos, quando minha mãe me solta a noticia.
Sem querer perdi a fome.

Lindo desenho, Laerte.

Como todo mundo, fiquei triste e chocada.
Gosto de rabiscar e vc, Angeli e Glauco sempre foram heróis meus.

Paz e carinho.


Glauco era um artista surprendente, comico, chargista e politizado, infelizmente, escolheu o caminho errado do Santo Daime, deu no que deu...

GEnio das charges, angeli e glauco sempre foram imbatíveis, que pena que ele(Glauco) escolheu o caminho errado do Santo daime, deu no que deu....

GEnio das charges, angeli e glauco sempre foram imbatíveis, que pena que ele(Glauco) escolheu o caminho errado do Santo daime, deu no que deu....

Laerte,

Sou sua fã há muitos anos. Já cansei de dar de presente, para várias pessoas, a sua trilogia sobre "Deus". Pense nela, agora. Tenho certeza de que São Pedro tá lá na porta, esperando pelo Glauco e pelo Raoni, e que Deus, os anjinhos que não gostam de baratas e de piolhos, e aqueles outros que querem dar uma passeada pelos lados profundos, até mesmo Buda, e, quem sabe, o "Vermelhinho", todos estarão lá, reunidos em uma grande festa ecumênica, recebendo a dupla.

Eles dois ficarão por lá, fazendo graça no céu, inventando piadas pra distrair o Buda, outras para deixar o Senhor bem sem graça, outras pra animar o anjo Gabriel, outras, práqueles que vivem pedido milagres; com certeza, levarão muita alegria praquelas bandas de lá.

Pense nisso, e sinta-se feliz. Você é um cara tão do bem, tão legal! E veja só, como o Senhor faz tudo na base do barro, daqui a pouco ele cria um jornalzinho lá no céu, só pra colocar as tirinhas de todos vocês.

Um grande beijos de sua admiradora,

Virginia (tire o comentário anterior, se der!)

Não tenho palavras, estou muito triste, vcs marcaram minha geração, meus sentimentos e saudades, muitas saudades.
beijo

Muito boa a homenagem, vou guardar com carinho esta edição da FSP juntamente com a minha coleção das revistas da editora circo.
Vocês fizeram parte da minha juventude e nem preciso dizer o quanto estou triste com essa fatalidade.
Grande abraço

Cara, ainda não era a hora dessa conversa de "vocês marcaram minha juventude". Sinceramente, só esperava falar nesse tom daqui a uns muitos anos. Mas já que é pra ser agora, então tá dito. Abraço e força.

Laertón, meus sentimentos pela perda do Glauco.
Você, o Glauco e o Angeli são uma grande parte da minha formação pessoal.

Ainda dói pensar que mais um dos meus heróis se foi, o pior é que esse é da mesma "safra" que eu.

Meu humos cresceu com vocês três, nas tiras do Chiclete com Banana e outras publicações tão boas, agora a gente fica um pouco mais triste, um pouco mais velho....

Laerte,

Esta homenagem está tão bela quanto sua alma.
E, certamente, o Glauco e seu filho estão - em qualquer dos planos superiores - mais perto da Luz, agora, com tal marca no mundo...

Com isso, também, me revolto e entristeço ainda mais, com a coisa toda... =(

Meus pêsames, Laerte. Nos fudemos.

Caro Laerte, que tanta tristeza, quando soube a morte do Glauco, ja era fim da manhã aqui na França, e acabou o dia para mim, vcs fazem parte da minha adolescencia, los três amigos são a minha refência como quadrinhos, sendo que a minha revista independente La bouche du Monde, foi influenciada por vocês! Divulguei a noticia em no blog da minha revista, assim que um desenho, não foi facil escrever aquelas linhas, penso que da mesma forma que não foi facil para vocês desenharem essa homenagem!
Brochou geral!

Há muitos e muitos anos, eu gosto muito de voces. ALém de gostar, admiro o trabalho de voces tres. E me divirto, e me emociono. Estou de coração partido pela perda, consternada pelas condições em que ocorreu, inconsolada por ter que aceitar que há que perder uma parte de voces. Vão aí um beijo e um abraço de uma carioca que, desde há muito, gosta muito de voces e do refinado prazer que voces me dão.

mirei o desenho de novo, dava pra deixar o Geraldão voar?

Foi-se o pai do quadrinho livre brasileiro... Livre de censura, de preconceitos, de ideologias, de tradição, de estilo...

Até quando, povinho brasileiro, até quando?

Bela homenagem. O Glauco foi embora de corpo, mas a alma dele fica, enquanto lembrarmos e celebrarmos o trabalho dele.

Lindo, Laerte. Você desenhou a árvore glauquiana encurralada e o Angeli o fundo urbano, acertei?

cheguei no escritório na sexta e meu namorado falou: o glauco foi morto ontem a noite. nem perguntei: que glauco? meu queixo caiu e quase chorei. é muito estranho como alguem que nunca vi podia me ser tão próximo. se nós leitores estamos chocados, imagina os amigos próximos e a família? força para todos.

Pra mim foi um choque quando abri o espaço do UHQ e vi uma chamada para o Glauco com data de nascimento e de morte.Abri imediatamente achando ser uma jogada estratégica de um lançamento dele.Triste engano meu quando vi a notícia estampada...chorei,chorei e chorei até me consolar ao telefone com minha professora de desenho,uma sábia grega, que confortou minha dor.Já rendi minha homenagem com um desenho que já lhe enviei e agora mais refeito (?)envio meus sentimentos aos amigos,todos,e à familia.
Beijus
Zerramos

Fico abismada pela crueldade do caso, o perfil do assassino, o fato de ele ter seguido a doutrina do santo daime de fato, a insanidade da situação toda, e sua obsessão em declarar ser Jesus Cristo, o homem mais marcante dos nossos tempos. A questão da relação das pessoas com doutrinas, idéias e obsessões é muito delicada, ainda mais no caso do daime, que envolve uma bebida que é psicoativa. É óbvio que há uma necessidade urgente de discussão sobre a autorização da participação de uma pessoa em um ritual deste porte: é longo, envolve a ingestão desta bebida, e como qualquer religião, é cheia de gente fanática e fundamentalista. Isso é, ao meu ver, completamente ligado ao caso. O tipo de postura solicitada e estimulada por um homem ou mulher no santo daime engloba o máximo de envolvimento possível, e quem não se adequa, quem não se apresenta desta forma, fica, bem ou mau, de 'patinho feio', fora da 'panela'. O fato é que estamos num centro urbano, e as limitações para seguir um calendário tão denso e intenso religioso são diversas. Estou em completo choque com a situação, e também passando uma profunda reflexão em relação à doutrina, da qual faço parte. Outros casos tristes já ocorreram, remetendo à este fundamentalismo, fanatismo cego. Contudo, nunca houve, na história desta doutrina, tamanha tragédia humana.
Que as pessoas agora reflitam, intelectualmente, as possibilidades de sofisticar o filtro de quem chega, de quem fica, de quem se inicia.
Um estranho no ninho, iniciado, matou seu próprio líder e filho.
Isso dá muito o que pensar.

Os bons morrem jovens.
Meus profundos sentimentos Laerte.

Lindo desenho.

Os Sem Patetas.

Quando tu e o Laerte estiveram em Belém (março de 2008) eu pedi para que quando voltassem trouxessem o Glauco também para eu poder bater fotos com os Três Amigos. Infelizmente isso agora é impossível, mas fica aqui os meus pesâmes tanto para o Glauco quanto para o seu filho, Raoni, e que o maluco que fez isso com eles pague pelo que fez, e apodreça na prisão.

Glauco não morreu, apenas partiu, porque Los Três Amigos são eternos!

Um forte abraço, e bola pra frente!

Oi Laerte

Acabei de ver uma foto sua com o Glauco, Adão e o Angeli na página do yahoo. Vc está desenhando num vidro e os tres estão olhando, todos dando risada juntos.
Dá pra sentir a energia, os bons sentimentos e o carinho daquele momento...

Doeu ver essa imagem de vcs juntos.... Um aperto no peito...


Um grande beijo,

te adoro

Oi Laerte

Acabei de ver uma foto sua com o Glauco, Adão e o Angeli na página do yahoo. Vc está desenhando num vidro e os tres estão olhando, todos dando risada juntos.
Dá pra sentir a energia, os bons sentimentos e o carinho daquele momento...

Doeu ver essa imagem de vcs juntos.... Um aperto no peito...


Um grande beijo,

te adoro

Laerte,

Certa vez fui ao Céu de Maria, tomar o Santo Daime, e lá conheci o Glauco, de quem já era fã. Foi surpreendente vê-lo com a mãozinha tora (de que não sabia) tornando-o então um excelente instrumentista, além de um líder religioso inspirado. Não sou adepto a doutrinas, mas ainda assim meu respeito por ele cresceu muito aquele dia, ainda mais ao saber que o Geraldão (por exemplo) continuava vivo e fiel a si mesmo.

Nesse dia mesmo imaginei uma charge (já sonhei em ser como vocês, Los tres amigos): o Glauco (com a cara do Geraldão, é claro) sentado sobre uma privada e tocando a sanfona, o líquido verde (saindo você sabe de onde) escorria por baixo da privada e subia pelos lados, emoldurando a figura; em cima (ou seja, no céu) os dois "fluxos" se encontravam, formando um arco-íris igualmente "líquido".

Queria fazer esse desenho e mostrado a ele, mas um amigo daimista me censurou duramente e acabei não fazendo. Hoje me arrependo, e espero que, se o Glauco ainda existir de alguma forma (não sei de nada dessas coisas) ao menos leia este post.

Força e paz.

Eu, que recebi a notícia com espanto na sexta-feira, ainda estou cabisbaxo pelo que aconteceu. Mas venho aqui deixar meus sinceros abraços a você e todos os amigos do Glauco e Raoni.

Acho que o mínimo que podemos fazer é tentar deixar claro para as pessoas que o ocorrido não tem nada a ver com o Santo Daime, e que desequilibrados existem em qualquer lugar e em qualquer religião... Digo isso mesmo sem ter nada a ver com o Santo Daime, mas tenho certeza que seria uma preocupação do Glauco.

gênios da minha infância... infelizmente los tres amigos vão ter que ser só três agora :(

Laerte

Ninguém morre na memória. Ninguém mata um gesto de criatividade. Ele se mistura em nossos sorrisos e caminha conosco para toda a eternidade. Valeu Glauco.

Um grande abraço do Maskalenka

Oh, Laerte: tu e o Angeli são muito importantes pra mim. Não morrão cedo assim.
Quanto ao meu padrinho e o violeiro filho dele, já rezei, já rezei... E tô indo tocar o chaveirinho, com meu coração.
Abraço.

Força Laerte.

Um grande beijo.

Força Laerte.

Um grande beijo.


...Só tenho a dizer obrigada...por todos os momentos, cujas minhas reações foram alteradas lendo suas tirinhas......DESCANSEM EM PAZ...

meus sentimentos a você, angeli e à familia do glauco.
achei que aqui era o lugar mais próximo que eu tinha pra
mandar um beijo ao cara.
forças aí.

Laerte
Encontrei um texto do Rubem Braga que tem muita a ver com a sua homenagem e do Angeli.
Tomei a liberdade com vcs. e com o Rubem de juntar o texto e a charge no blog dos textos que admiro (é o único texto com imagem).
No mais a vida segue e a obra fica.
[]´s
Alexandre

Laerte, infelizmente a violência urbana fez mais uma vítima.
Ironia do destino, eu penso que vocês três (Laerte, Glauco e Angeli) são os melhores "cronistas" da loucura urbana em que se transformou nosso país nos ultimos 40 anos.

Laerte, eu realmente sinto muito pela sua perda... quando eu fiquei sabendo fiquei perplexa, mais uma vez uma pessoa morreu por alguma bobeira/doideira de um zé...
O trabalho do Glauco ficará p sempre...

Um sorriso cicatriza e cura as dores...Fuerza!

Besos da admiradora Andréa.

E O KIKO?

Depois do Glauco qualquer cartunista era bem comportado. Ele liberou uma geração pra fazer o que bem entendesse. Cumpriu a missão com louvor. Mas não precisava partir tão cedo e muito menos dessa forma.

um abraço fraterno,
Bruno

Poxa ainda não acredito que Glauco se foi, ainda me sinto revoltado com o ocorrido e me pergunto por que tinha que ser justo ele...
Glauco de hoje em diante será imortalizado não só ele mas também seu filho Raoni por fãs e amigos do quadrinhista!!!

É lamentavel a morte do Glauco e de seu fiho.
Sua morte, também coloca fim nos personagens criados por ele ao longo dos anos. Não é facil fazer, o que ele fazia.
E, fazia com tanta facilidade, que muitos devem achar banal, ou memsmo sem valor as tirinhas de jornais, os cartuns, as charges, os HQs.
E, da maneira como ocorreu sua morte, os guardas papais já devem estar prontos para acenderem suas fogueiras.
A doutrina do Santo Daime, que tem seu ponto central na manufatura de uma bebida feita de plantas e raizes, e que após ingerida, provoca alterações sensoriais fisica e psiquicas, deveria ser mais resguardadas.
Há muita coisa boa nos propósitos dos mestres e padrinhos envolvidos no Santo Daime.
O ser humano está sempre buscando uma transformação individual na percepção de um mundo possível. Proibir o desenvolvimento do Saznto Daime não é o melhor caminho.
Deve haver uma triagem para os iniciados, evitando pessoas que estejam fazendo uso de drogas urbanas ou farmacologicas. Coibindo o desencadeamento de possiveis ou inesperados disturbios patologicos, quando beberem o Santo Daime
Muitos desajustados procuram o Santo Daime em busca de respostas, que não são na maioria das vezes, reveladas. E se, reveladas são mal compreendidas, como aconteceu na Igreja Céu de Maria.

Aprendi portugues con Chiclete com banana

Desde que tenho 14 anhos sou fan dos tres grandes das historieta brasilera.

Seran tres por siempre.

Angeli, Laerte y GLAUCO

Laerte

Como voce acaba de comprobar, nao aprendi muito bem o portugues. Porra!

Desde Montevideo Uruguay, el mas grande abrazo a voces, ja que se, deben estar sintiendo un dolor muy grande.

Comente


Type the characters you see in the picture above.